Fundação Instituto Fernando Henrique Cardoso

Vida e obra de FHC

Sociólogo, professor e pesquisador, escreveu sobre mudança social, desenvolvimento e democracia. Foi senador, ministro das Relações Exteriores e da Fazenda, e presidente da República.

Entrevista na imprensa

Ao examinar as entrevistas abaixo relacionadas, nota-se que é nos anos que precedem sua primeira candidatura ao Senado (1978) que o sociólogo, então já conhecido internacionalmente, começa a atrair a atenção da imprensa brasileira pela sua postura anti-ditadura.

É bom lembrar que, em 1974, Fernando Henrique fora convidado por Pedro Simon, deputado estadual pelo MDB, juntamente com José Arthur Giannotti, também do CEBRAP, a proferir no Rio Grande do Sul uma série de conferências que tiveram ampla repercussão política.

A partir daí, o CEBRAP colaborou com o programa partidário das eleições daquele ano. Foi durante aquela campanha que Fernando Henrique se tornou amigo e colaborador de Ulysses Guimarães, então deputado federal pelo MDB de São Paulo.

Outro ponto interessante é reparar que, depois de 2002, apesar de não ocupar nenhum cargo público, o político Fernando Henrique continua muito solicitado a manifestar suas opiniões e torná-las públicas.

1972
Fernando Henrique destaca que pobres melhoraram apenas 1%. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 2 jul. 1972. Economia no semestre, p. 46
1973
Os impasses da cultura. Visão, n. 43, p. 124-9, ago. 1973. Entrevista concedida a Zuenir Ventura.
1976
A nova ordem, uma questão política. Gazeta Mercantil, São Paulo, p. 2, 22-24 maio 1976. Entrevista concedida a Leila Gouveia.
Del sub-imperialismo, al nacionalismo fascista. Alternativa, p. 24-6, 28 jun./5 jul. 1976.
Um novo ângulo para o debate da estatização. Exame, São Paulo, p. 17, 28 jul. 1976.
1977
O 477 possui grande parte da responsabilidade pela inexistência de lideranças estudantis. Mas não é só ele. Jornal de Brasília, Brasília, 17 jul. 1977. p. 35. Entrevista concedida a Jorge Moreno.
Um canal de mobilização. Constituinte, São Paulo, p. 9-10, ago. 1977.
Chega de retórica. Veja, São Paulo, p. 3-4, 3 ago. 1977. Entrevista concedida a Geraldo Hasse.
Cardoso não crê que a democracia traga o caos. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 11 set. 1977. Política e Governo, p. 4.
Fernando Cardoso aponta a inflação e a sucessão presidencial como os dois grandes problemas brasileiros. A Notícia, Joinville, 25 set. 1977. p. 9. Entrevista concedida a Cláudio M. Loetz.
O jogo político. Folha de S. Paulo, São Paulo, 25 set. 1977. Folhetim, p. 20-22.
Democracia vem já ou não vem. Coojornal, Porto Alegre, p. 18, dez. 1977. Entrevista concedida a Marcelo Lopes.
1978
A tarefa da oposição é unir o povo. Entrevista concedida por Fernando Henrique Cardoso. Movimento, São Paulo, n. 141, 13 mar. 1978. p. 7.
Se você não entender que política é transformação, não entende nada… Última Hora, Rio de Janeiro, 15-16 jul. 1978. Suplemento, p. 2.
Fernando Henrique: a política como instrumento de transformação. Jornal da Tarde, São Paulo, 1º ago. 1978. 1 p. Entrevista concedida a Ennio Pesce.
Democracia, simplesmente. Isto É, São Paulo, p. 33-37, 13 set. 1978.
O candidato Cardoso. Isto É, São Paulo, p. 38-42, 13 set. 1978.
A oposição tem que dar as cartas. Folha de S. Paulo, São Paulo, 26 nov. 1978. Folhetim, p. 3-6. Entrevista concedida a Jefferson Del Rios.
1979
A teoria da dependência. (A louca ciranda do desenvolvimento importado). Folha de S. Paulo, São Paulo, 9 dez. 1979. Folhetim, p. 11-12. Entrevista concedida a Jorge Pinheiro.
1980
O melhor negócio do Brasil. Folha de S. Paulo, São Paulo, 6 abr. 1980. Folhetim, p. 13-4. Entrevista concedida a Jorge Pinheiro.
Os estudantes sabatinam o professor. Folha de S. Paulo, São Paulo, 9 nov. 1980. Folhetim, p. 7-9.
Fernando Henrique: Geisel é que era a distensão. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 25 nov. 1980. 1 p. Entrevista concedida a Ana Maria Lage.
Un sociologue devant le miracle brésilien. Le Monde, Paris, 21 dez. 1980. 3 p.Entrevista concedida a Jean-Pierre Clerc.
1981
Nas urnas, o desafio de 82. Movimento, São Paulo, 23 fev./1º mar. 1981. p. 6-7. Entrevista concedida a Tibério Canuto.
Die Staatsbürokratie wird nicht kampflos gehen. Extrablatt, p. 56-57, abr. 1981. Entrevista concedida a Gerhard Drekonja-Kornat.
Entrevista concedida a José Afonso Primo. Shopping News – City News, São Paulo, p. 3, 12 abr. 1981.
E se surgir um socialismo democrático? Folha de S. Paulo, São Paulo, 12 jun. 1981. Folhetim, p. 5-6. Entrevista concedida a J. A. Guilhon Albuquerque.
Em 82, um cerco da oposição ao Governo Federal. Diário da Região, 2 ago. 1981. p. 2.
1982
Fernando Henrique acha impasse inevitável. Jornal de Brasília, Brasília, 16 fev. 1982. Política, p. 5. Entrevista concedida a Assis Moreira.
Brasiliens militaere styre indre konflikt. Information Torsdag, p. 3, 15 jul. 1982. Entrevista concedida a Bernardo Kucinski.
Nós autoritários. Uma prisão. Jornal de Brasília, Brasília, p. 4, 12 set. 1982. Entrevista concedida a Arlete Bonelli.
O que vai mudar, segundo Fernando Henrique. Jornal da Tarde, São Paulo, 18 nov. 1982. 3 p.
A negociação já começou. Isto É, São Paulo, p. 80-82, 1º dez. 1982.
1983
No limite da ruptura. Veja, São Paulo, p. 3-6, 22 jun. 1983. Entrevista concedida a Merval Pereira.
Fernando Henrique pede prioridade para a economia. Folha de S. Paulo, São Paulo, 26 jun. 1983. Nacional, p. 10. Entrevista concedida a João Russo.
Falta um Petrônio Portella. Isto É, São Paulo, p. 76-8, 3 ago. 1983. Entrevista concedida a Suzana Veríssimo.
Deve-se discutir com os militares as funções que lhes cabem e os seus limites. O Estado de S. Paulo, São Paulo, v. 4, n. 165, p. 8-11, 7 ago. 1983. Entrevista a Lourenço Dantas Mota.
É a hora de se avançar a democracia. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 21 ago. 1983. Especial, p. 1-2. Entrevista concedida a Carlos Marchi.
Cardoso diz que Maluf traz problemas para o Governo. A Tribuna, Espírito Santo, 23 ago. 1983. 1 p.
Fernando Henrique: diretas não são remédio para tudo. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 5 set. 1983. 1 p.
Fernando Henrique considera crise muito grave e não descarta golpe. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 64, out. 1983. Entrevista concedida a Carlos Brickmann.
Oposição anuncia novas propostas. Jornal de Brasília, Brasília, p. 2, 21 nov. 1983. Entrevista concedida por a Emílio Braga.
O AI-5 também foi feito por intelectuais. Correio Braziliense, Brasília, p. 1, 30 nov. 1983. Entrevista concedida a Francisco Severino.
Entrevista com o Senador Fernando Henrique Cardoso. Voz de Tanabi, v. 1, n. 31, 4-10 dez. 1983.
Brasil: oposiciones desean negociar com el gobierno una salida política. El Dia, Montevideo, p. 8, 18 dic. 1983. Entrevista concedida Lidia Bem.
1984
Indiretas levam à crise política. Correio Braziliense, Brasília, 15 jan. 1984. 3 p. Entrevista concedida a Leite Filho.
Colégio é retrocesso, diz Fernando Henrique. Folha de S. Paulo, São Paulo, 28 mar. 1984. 1 p. Entrevista concedida a Carlos Brickmann.
As diretas-já são um fato consumado. Manchete, Rio de Janeiro, p. 11-3, 21 abr. 1984.
Fernando Henrique avisa: indiretas é impasse-já. Correio Braziliense, Brasília, 6 maio 1984. Política, p. 5 Entrevista concedida a Ruy Fabiano e Gilberto Dimenstein.
O colégio eleitoral é como uma bomba atômica: se o inimigo tem, a gente tem que ter também. Jornal da Tarde, São Paulo, 17 maio 1984. p. 11. Entrevista concedida a Fernando José Dias da Silva e Moacir Japiassu.
PMDB prossegue em busca de negociação. Jornal de Brasília, Brasília, 20 maio 1984. Política, p. 2.
O que é isso companheiro? São Paulo Hoje, São Paulo, v. 1, n. 4, jul. 1984. p. 9-12. Entrevista concedida a Carlos Alberto Sardenberg e Luiz Roberto Serrano
Para senador, Tancredo representa só a transição. Folha de S. Paulo, São Paulo, 15 jul. 1984. Política, p. 13. Entrevista concedida a João Batista Natali.
Recado aos guerrilheiros da oposição. Jornal de Brasília, Brasília, 29 jul. 1984. Política, p. 2.
Enquanto o debate não vem, com a palavra… Jornal de Brasília, Brasília, 14 out. 1984. Política, p. 5. Entrevista concedida a Ariosto Teixeira, Ribamar Oliveira e Robson Barenho.
Entrevista concedida a José Afonso Primo. Shopping News-City News, São Paulo 25 nov. 1984. 2 p.
Entrevista. Jornal de Botucatu, Botucatu, 27 out. 1984. 1 p.
1985
Primeiro limpar o entulho autoritário. O Estado de S. Paulo, São Paulo,17 jan. 1985.
Dos livros à liderança do governo. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 17 mar. 1985. 1 p. Entrevista concedida a Roberto Lopes.
O quadro político é o mesmo, desde a véspera da posse. Jornal da Tarde, São Paulo, 6 abr. 1985. 2 p. Entrevista concedida a Vera Lúcia Miranda.
Sem Tancredo, teremos que renegociar tudo. Correio Braziliense, Brasília, 7 abr. 1985. p. 5. Entrevista concedida a Armando Rollemberg.
Entrevista concedida a Emílio Braga. Shopping News-City News, São Paulo, p. 3, 21 abr. 1985.
Alberto Dines entrevista Fernando Henrique Cardoso. São Paulo Hoje, São Paulo, v. 2, n. 15, ago. 1985.
L’uomo nuovo del Brasile. Il Corriere, Roma, 12 ago. 1985. p. 13-5. Entrevista concedida a Tommaso D’Elia.
Comunista atrapalha? Afinal, São Paulo, p. 20-3, 3 set. 1985. Entrevista concedida a Melchíades Cunha Junior e Sandro Vaia.
Cardoso afirma que quer ser Presidente da República. Folha de S. Paulo, São Paulo, 15 nov. 1985. Política, p. 7. Entrevista concedida a Carlos Brickmann.
Cardoso agora quer PMDB com aliança à esquerda. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 8, 22 dez.1985. Entrevista concedida a Carlos Eduardo Lins da Silva.
1986
Não há dignidade na miséria. Jornal do Conselho da Comunidade Negra, 1986. 1 p. Entrevista concedida a Rosângela de Paula.
Uma voz progressista. Afinal, São Paulo p. 22-6, 28 jan. 1986. Entrevista concedida a Melchíades Cunha Júnior.
Fernando Henrique prega volta às ruas. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. 4, 26 fev. 1986. Entrevista concedida a Cecília Pires.
PMDB deve incorporar candidatura de Antônio Ermírio, afirma Cardoso. Folha de S. Paulo, São Paulo, 30 mar. 1986. Política, p. 4. Entrevista concedida a Rita Tavares.
A força de São Paulo na Constituinte. Diário Popular, São Paulo, 7 set. 1986. Caderno das Eleições, p. 16-17.
Fernando Henrique descobre a força do PMDB. Mesmo na derrota de Quércia. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 25 set. 1986. 1 p. Entrevista concedida a Fernando José Dias da Silva.
Temos que pensar com cuidado sobre a coincidência de eleições. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 12, 9 nov. 1986. Entrevista concedida a Tadeu Afonso.
1987
PFL usa carta para superar derrota eleitoral. Folha de S. Paulo, 8 mar. 1987
A crise, os acordos de Quércia, o futuro… Jornal da Tarde, São Paulo, p. 6, 14 jan. 1987. Entrevista concedida a Fernando José Dias da Silva.
Um alerta: não desviar o debate para os problemas do cotidiano. Jornal da Tarde, São Paulo, 2 fev. 1987. 1 p.
Basta ao compadrio nas concessões. Jornal do Jornalista, p. 17, mar. 1987. Entrevista concedida a Armando Rollemberg.
PFL usa Carta para superar derrota eleitoral, acusa Cardoso. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. A6, 8 mar. 1987. Entrevista concedida a Tadeu Afonso.
O que vai mal neste governo, segundo Fernando Henrique. Jornal da Tarde, São Paulo, 9 mar. 1987.1 p. Entrevista concedida a Vicente Dianezi Filho.
Cardoso não quer PMDB ditando a Constituição. O Globo, Rio de Janeiro, 22 mar. 1987. 1 p.
O Parlamento é uma caixa de lamentações. Correio Braziliense, Brasília, p. 5, 29 mar. 1987. Entrevista concedida a Sérgio Chacon, Guilherme Soares e Wilson Teixeira Soares.
Para Cardoso, PMDB deveria ter sabatinado Bresser. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. A6, 3 maio 1987. Entrevista concedida a André Singer.
Fernando Henrique condena bloco governista. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, p. 6, 24-5 maio 1987. Entrevista concedida a Sônia Jóia.
Cardoso afirma que o PMDB já chegou ao seu limite. Folha de S. Paulo, São Paulo, 10 jul. 1987. Política, p. A6. Entrevista concedida a Gilberto Dimenstein e Igor Fuser.
Quatro votos contra Sarney. Tribuna Bis, Rio de Janeiro, 14 jul. 1987. 1 p. Entrevista concedida a Marceu Vieira.
Fernando Henrique: Aliança chegou ao fim. DCI, São Paulo, p. 9, 8-10 ago. 1987. Entrevista concedida a Eduardo Leão Coelho.
A Aliança Democrática é um mal. Shopping News-City News, São Paulo, p. 6-7, 9 ago. 1987. Entrevista concedida a Eduardo Leão Coelho.
Carta será aberta às transformações, diz Cardoso. Diário do Grande ABC, Santo André, 16 ago. 1987. 1 p. Entrevista concedida a Alexandre Polesi.
Para ser Presidente, é preciso virar a mesa. O Globo, Rio de Janeiro, 23 ago. 1987. 1 p. Entrevista concedida a Artur Pereira e Luiz Lanzetta.
O PMDB se afastou da rua. Veja, São Paulo, 9 set. 1987. p. 5-8. Entrevista concedida a Rosa Dalcin.
Sarney pode perder apoio do PMDB. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. 9, 4 out. 1987.
O Centrão reorganizou o passado. Estado do Paraná, Curitiba, 6 dez. 1987. 1 p.
Líder no Senado assegura: o PMDB já acabou. Correio Braziliense, Brasília, 13 dez. 1987. p. 10. Entrevista concedida a Ilara Viotti.
1988
Cardoso pede para votar logo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 1º jan. 1988. 1 p. Entrevista concedida a Rivaldo Chinem.
Sarney desistiu da opção pela democracia, diz Cardoso. Folha de S. Paulo, São Paulo, 3 jan. 1988. Política, p. A-6.
Sarney parece Figueiredo. Veja, São Paulo, p. 5-8, 29 jun. 1988. Entrevista concedida a Paulo Moreira Leite.
Os 245 mandamentos. Il Corriere, Roma, v. 5, n. 222, p. 20-2,17 out. 1988. Entrevista concedida a Marcelo Lyra.
O Brasil está entre a fome e a anarquia. O Globo, Rio de Janeiro, 23 out. 1988. p. 12. Entrevista concedida a Roberto Stefanelli. .
Os caminhos de Fernando Henrique. Jornal da Tarde, São Paulo, 29 out. 1988. p. 2-3. Entrevista concedida a Hermes Rodrigues Nery.
1989
A Nova Constituição. Amazônia Ilustrada, v. 8, n. 18, p. 12-3, abr./maio 1989.
Parlamentarismo ainda que tardio. Gazeta de Pinheiros, São Paulo, 2 jul. 1989. p. 4. Entrevista a Virgínia Pinheiro.
Imposto sobre fortunas pode vigorar em 90. Jornal da Tarde, São Paulo, 31 jul. 1989. p. 10. Entrevista concedida a Fábio Pahim Júnior.
A dívida externa não é impagável. Jornal do Campus, Brasília, p. 10, set. 1989. Entrevista concedida a Roberto Seabra.
Vem aí o imposto sobre grandes fortunas. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. 13, 10 set. 1989. Entrevista concedida a Miriam Leitão e Marcelo Pontes.
O país na iminência de uma enorme crise. O Globo, Rio de Janeiro, p. 6, 25 nov. 1989.
1990
Nem cara, nem coroa. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 18-21, 11 mar. 1990. Entrevista concedida a Artur Ribeiro Neto.
Senador considera Congresso imaturo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 13 maio 1990. 1 p. Entrevista concedida a Eliane Cantanhêde.
Tucano tem saudades de Sarney. Folha da Tarde, São Paulo, p. 3, 6 jun. 1990. Entrevista concedida a Alex Solnik.
La culpa es de los oligopolios. El País, Madrid, p. 8, 15 jul. 1990. Entrevista concedida a Carlos Schvartz.
Fernando Henrique: governo deve jogar duro. Jornal da Tarde, São Paulo, p. 3, 30 jul. 1990. Entrevista concedida a Vicente Dianezi.
Senador quer mudar a cara do PSDB. Diário do Grande ABC, Santo André, p. 8, 23 set. 1990. Entrevista concedida a Reinaldo Azevedo.
Tucano reavalia os planos de vôo. Diário Catarinense, Florianópolis, 8 dez. 1990. 1 p. Entrevista concedida a Ana Amélia Lemos, Nikão Duarte e Rosângela Zorzo.
Recessão não é um bom remédio para o Brasil. Diário Catarinense, Florianópolis, p. 2-3, 9 dez. 1990. Entrevista concedida a Ana Amélia Lemos, Nikão Duarte e Rozangela Zorzo.
PSDB retoma independência e diz não aos extremismos. Zero Hora, Porto Alegre, p. 10-12, 9 dez. 1990. Entrevista concedida a Ana Amélia Lemos, Nikão Duarte e Rosângela Zorzo.
1991
Cardoso propõe pacto político no Congresso. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. A 6, 8 fev. 1991. Entrevista concedida a José Roberto de Toledo.
Caixa de surpresa. Folha de S. Paulo, São Paulo, 3 jun. 1991.
Em busca da saída. Veja, São Paulo, p. 7-10, 4 set. 1991. Entrevista concedida a Expedito Filho.
O governo não quer entendimento, quer a adesão dos setores políticos. Jornal do Economista, São Paulo, p. 4-5, n. 40, out. 1991.
1992
Brasil não teme eventual vitória de Clinton. Folha de S. Paulo, São Paulo, 1992. 1 p. Entrevista concedida a Claudio Camargo.
O Brasil já decolou. Exame, São Paulo, 8 jan. 1992. p. 23-5. Entrevista concedida a Nely Caixeta e Jorge Caldeira.
A revanche. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 6, 17 maio 1992. Entrevista a Marcos Augusto Gonçalves e Fernando de Barros e Silva.
Fernando Henrique: um compromisso com a universidade. Jornal da USP, São Paulo, p. 20, 18 a 24 maio 1992.
A utopia realista. Veja, São Paulo, p. 7-10, 20 maio 1992. Entrevista concedida a André Petry.
Collor é um ‘cadáver político’, diz Cardoso. Folha de S. Paulo, São Paulo, 22 ago. 1992. Brasil, p. 13. Entrevista concedida a Gilberto Dimenstein e Josias de Souza.
Os novos rumos de Itamar. Jornal da Tarde, São Paulo, p. 6, 14 set. 1992. Entrevista concedida a Vicente Dianezi.
O mundo está se organizando em blocos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 25 out. 1992. Política, p. 12. Entrevista concedida a Dora Kramer e Rosângela Bittar.
1993
Emigrantes enviam US$ 2,4 bi ao país. Folha de S. Paulo, São Paulo, 2 jan. 1993. Brasil, p. 7. Entrevista concedida a Josias de Souza e Gilberto Dimenstein.
Quadratur des kreises. Welthandel, Hamburg, n. 149, p. 14-22, okt. 1993.
Vai chover dinheiro no Brasil, diz Cardoso. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. B4, 17 out. 1993. Entrevista concedida a Reali Junior.
O plano é viável e está sendo executado. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. B3, 30 nov. 1993.
Cardoso diz que plano é proposta de pacto. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. B4, 16 dez. 1993.
1994
FHC prepara munição contra oligopólios. Folha de S. Paulo, São Paulo, 13 jan. 1994. Brasil. p. 6. Entrevista concedida a Valdo Cruz, Ediana Balleroni e Sônia Mossri.
É chato ser anti. Me confunde. Correio Braziliense, Brasília, p. 4, 6 mar. 1994. Entrevista concedida a Ricardo Noblat e José Negreiros.
Teste da URV será o bolso do assalariado. Correio Braziliense, Brasília, p. 9, 7 mar. 1994. Entrevista concedida a Ricardo Noblat e José Negreiros.
O candidato do PSDB/PFL/PTB Fernando Henrique Cardoso responde entrevista-compromisso. Jornal do DIAP, Brasília, p. 2-3, jul./ago. 1994.
Cardoso planeja reforma radical do Estado. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A10, 10 jul. 1994. Entrevista concedida a Cristiana Lôbo e Bartolomeu Rodrigues.
Viagem às idéias do líder nas pesquisas. Veja, São Paulo, v. 27, n. 34, p. 20-27, 24 ago. 1994. Entrevista concedida a Tales Alvarenga, Paulo Moreira Leite, Expedito Filho e Roberto Pompeu de Toledo.
A cartola de Fernando. Carta Capital, São Paulo, n. 3, p. 12-22, out. 1994. Entrevista concedida a Mino Carta.
A primeira entrevista de Fernando Henrique como presidente eleito. Correio Braziliense, Brasília, p. 2-4, 7 out. 1994.
Os principais momentos da entrevista do futuro Presidente da República. O Globo, Rio de Janeiro, 7 out. 1994. O País, p. 3.
Retirar o Estado é idéia, não realidade. Mesmo que quisesse, não se conseguiria. Folha de S. Paulo, São Paulo, 7 out. 1994. Especial, p. 3.
As respostas do Presidente eleito. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. 5-5B, 7 out. 1994.
Leia a última parte da entrevista de FHC. Folha de S. Paulo, S. Paulo, 8 out. 1994. Especial, p. 3.
Sr. Presidente. Revista da Folha, São Paulo, v. 3, n. 130, p. 16-21, 16 out. 1994. Entrevista a Cosette Alves.
1995
As respostas do Presidente. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. 3, 17 fev. 1995.
Não sobreviveria com o mínimo, diz FHC. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 1-12, 17 fev. 1995. Primeira entrevista coletiva-2.
Precisamos do capital estrangeiro aqui. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 1-11, 17 fev. 1995. Primeira entrevista coletiva-1.
O monopólio do petróleo não faz sentido. Zero Hora, Porto Alegre, p. 6-1, 26 fev. 1995.
O que foi feito no Chile interessa ao Brasil. Zero Hora, Porto Alegre, p. 6-1, 26 fev. 1995.
Fazíamos planos para a volta. O Globo, Rio de Janeiro, 28 fev. 1995. O País, p. 3. Entrevista concedida a Maria Lima.
FHC e Frei querem acelerar integração. Folha de S. Paulo, São Paulo, 3 mar. 1995. Brasil, p. 1-8.
FH quer proteger economias em crise. Estado de Minas, Belo Horizonte, p. 5-D, 3 mar. 1995.
1996
O Brasil está com rumo. Veja, São Paulo, p. 20- 27, 17 jan. 1996. Entrevista concedida a Paulo Moreira Leite e Tales Alvarenga.
O mundo na visão de FH e Alain Touraine. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A16, 21 jan. 1996. Entrevista concedida a Alain Touraine.
Notre tâche n’est pas de gouverner mais de transformer. Le Monde, Paris, p. 126- 27, 25 maio 1996.
Le Brésil veut être um acteur du nouvel ordre mondial. La Tribune, Paris, p. 123-125, 25 maio 1996.
Fernando Henrique Cardoso: Le Brésil est désormais un pays stable. Le Figaro, Paris, 131-133, 27 maio 1996.
Brazil isn’ t México. Newsweek, New York, p. 122-123, 8 jul. 1996.
Degravação da entrevista do Presidente Fernando Henrique Cardoso. R T P, Portugal, p. 1-3, 9 jul. 1996.
Língua comum não é suficiente para criar CPLP. Semanário, Lisboa, p. 149-151, 13 jul. 1996.
Vamos para aventuras em comum. Diário de Notícias, Portugal, p. 143-145, 13 jul. 1996.
Para Cardoso, la nueva utopia es lograr crecimiento con distribución. La Razón, La Paz, ano 7, n. 2285, 5 set. 1996. Grupo de Rio, p. 7 A.
Nuestra tasa de desempleo no alcanza la de la Unión Europea. Tribuna, Espanha, p. 10-11, 9 set. 1996.
FHC põe suas idéias no lugar. Folha de S. Paulo, São Paulo, 13 out. 1996. Mais!, p. 4-7. Entrevista concedida a Vinicius Torres Freire
Si el Congresso lo permite, buscaré reelección. Ambito Financiero, Buenos Aires, p. 27-28, 23 set. 1996.
No hay fórmula mágica para una gobernabilidad perfecta. A B C, Madrid, p. 4, 10 nov. 1996.

1997
Estamos reorganizando o capitalismo brasileiro. Lua Nova, São Paulo, n. 39,
p. 11-31, 1997. Entrevista concedida a Brasílio Sallum Júnior.
Desmentimos os pessimistas. Revista Ferroviária, Rio de Janeiro, ano 59, p. 24-25, abr. 1997.
Reeleição é difícil. Veja, São Paulo, ano 30, n. 14, p. 8-11, 9 abr. 1997.
O Presidente e o candidato. Isto É, São Paulo, n. 1446, p. 22-28, 18 jun. 1997. Entrevista concedida a Hélio Campos Mello, Eumano Silva e Luciano Suassuna.
Abertura permitiu o choque de capitalismo. Gazeta Mercantil, São Paulo, p. A10, 19 jun. 1997. Entrevista concedida a Antonio M. Pimenta Neves e Ivanir José Bortot.
Pushing ahead on all fronts. Time, New York, vol. 150, n. 8, p. 14-15, aug. 25 1997. Entrevista concedida a Tim Padgett e George Russell.
Ninguém vai nos tomar a bandeira social. Gazeta Mercantil, São Paulo, p. A4, 2 set. 1997.
As razões do Presidente. Veja, São Paulo, p. 22-33, 10 set. 1997. Entrevista concedida a Roberto Pompeu de Toledo.
O mercado não pode ser fator de exclusão. Agroanalysis, Rio de Janeiro, v. 17, n. 10, p. 1-3,15 out. 1997.

1998
Brazil is looking for lasting solutions, but now at a different pace. Brazil Now, São Paulo, p. 6-14, feb. 1998.
Os negros, segundo o presidente. Veja, São Paulo, p. 50-53, 6 maio 1998.
O que eles propõem para a saúde e para a farmácia em especial? Pharmácia Brasileira, Brasília, ano 2, n. 10, p. 6-8. jul. 1998. Entrevista concedida a Aloísio Brandão.
A era das plantas transgênicas. Preços Agrícolas, São Paulo, ano 12, n. 143, p. 3, set. 1998. Entrevista concedida a Isabel Silva.
Crescimento sustentável. Revista Abamec, Rio de Janeiro, ano 17, set. 1998. Entrevista concedida a Sebastião Martins.

1999
A era das plantas trangênicas. Revista Adealq, Piracicaba, n. 23, p. 8-10, 1999.
Agora mais humilde? Isto é, São Paulo, n. 1536, p. 18-23, 10 mar. 1999. Entrevista concedida a Andrei Meireles, Guilherme Evelin e Tales Faria.
Meio ambiente, desenvolvimento e cidadania. Folha do Meio Ambiente, Brasília, ano 10, n. 94, p. 7-10, jun. 1999. CD ROM-Edição 94. Entrevista concedida a Silvestre Gorgulho.
O diálogo mais importante. Veja, São Paulo, ano 32, n. 22, p. 36-38, 2 jun. 1999.
FHC sobre o grampo: foi uma canalhice. Veja, São Paulo, ano 32, n. 22, p. 44-45, 2 jun. 1999.
Entrevista concedida a Santiago Belloch. Tiempo, Madrid, p. 10-13, 26 jul. 1999.
Relikt des Kalten Krieges. Der Spiegel, Berlin, n. 46, p. 235, 15 nov. 1999. Entrevista concedida a Jens Glüsing.

2000
Entrevista concedida a Francisco Balsemão e Inês Pires. Jurnal, Lisboa, ano 3, n. 3, 2000.
The Cardoso agenda. Outlook, New York, v. 12, n. 1, p. 6-13, jan. 2000.
O pensamento global de FHC. República, São Paulo, ano 4, n. 40, p. 48-57, fev. 2000. Entrevista concedida a Jorge Caldeira, Luiz Felipe D´Avila e Reinaldo Azevedo.
FHC busca un lugar para Brasil. Urgente, Buenos Aires, ano 5, n. 11, p. 32-40, marzo 2000. Entrevista concedida a Jorge Caldeira, Luiz Felipe D’ávila e Reinaldo Azevedo.
Au Brésil, il est toujours possible de discuter. L´Express, Paris, n. 2539, p. 22-25, 2 mars 2000. Entrevista concedida a Michel Faure.
Mágoas de um presidente. Época, São Paulo, n. 94, p. 36-41, 6 mar. 2000. Entrevista concedida a Eumano Silva e Luis Costa Pinto.
La gran aportación española. Tribuna, Madrid, ano 12, n. 626, p. 58, 24 abr. 2000.
Tenemos que avanzar en el proceso de institucionalización del Mercosur. Escenarios Alternativos, Buenos Aires, año 4, n. 9, p. 44-52, invierno de 2000. Entrevista concedida a Liliana De Riz.
O Brasil está muito melhor. Revista Bovespa, São Paulo, ano 7, n. 74, p. 4-8, set./out. 2000. Entrevista concedida a Fábio Pahim Jr.

2001
O futuro já começou. América Economia, Santiago do Chile, n. 205, p. 40-41, 5 abr. 2001.
Soberania sim, mas com dedicação ao meio ambiente. Folha do Meio Ambiente, Brasília, ano 12, n. 117, p. 7-11, jul. 2001. CD ROM-Edição 117. Entrevista concedida a Silvestre Gorgulho.
Hemos aprendido a vivir em crisis. Qué Pasa, Chile, ano 30, n. 1585, 25 agosto 2001. Entrevista concedida a Mônica Bravo.
O Brasil na visão de seu Presidente. Revista Mercado Autopeças, São Paulo, ano 11, n. 85, p. 18-23, set. 2001.
Reta final. Latin Trade, Coral Gables, Flórida, vol. 9, n. 10, out. 2001.
Le Brésil est um exemple pour l´avenir de l´humanité. L´Express, Paris, n. 2627, p. 36, 8 nov. 2001.

2002
Entrevista concedida a Eliane Cantanhêde. Revista da Folha, São Paulo, ano 10, n. 517, p.10-11, 28 abr. 2002.
Há tempo para rever o simples. Revista Sebrae, Brasília, n. 4, p. 7-23, maio/jun. 2002. Entrevista concedida a Ari Cipola, Gilberto Braga e Abnor Gondim.
Ainda falta muito. Canal Rh em revista, São Paulo, ano 2, n. 12, p. 4-7, jul. 2002. Entrevista concedida a Patrícia de Assis
Decidir não é impor. Enfoque Franca, Franca, ano 2, n. 15, p. 11-15, set. 2002. Entrevista concedida a César Colleti.
Presidente em campanha. Época, São Paulo, n. 230, p. 32-36, 14 out. 2002. Entrevista concedida a Expedito Filho.
FHC, oito anos depois. Veja, São Paulo, ano 35, n. 46, p. 86-97, 20 nov. 2002.
Vou te mostrar o palácio porque um dia você vai morar aqui. Isto É, São Paulo,
n. 1.733, p. 7-17, 18 dez. 2002. Entrevista concedida a Helio Campos Mello e Tales Faria.

2003
FHC aos petistas: agüentem as pedradas. O Estado de S. Paulo, São Paulo,
p. A12, 5 abr. 2003. Entrevista concedida a Napoleão Sabóia.
Não esqueçam o que eu escrevi. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. E1-E3, 10 maio 2003. Entrevista concedida a Cassiano Elek Machado.
Para Cardoso, el FMI se equivocó com la Argentina. La Nacion, Buenos Aires,
p. 1-4, 10 jul. 2003. Entrevista concedida a Luis Enal.
Fernando Henrique defende a liderança brasileira como alternativa entre a hegemonia dos EUA e a riqueza. Resenha BM&F, São Paulo, n. 156, p. 8 -16, jul.-ago. 2003.
Lula no tiene programas de gobierno. El Mercúrio, Santiago, p. A6, 7 ago. 2003. Entrevista concedida a Luis Alberto Pino Gumucio.
O governo está parado. Isto É Dinheiro, São Paulo, n. 313, p. 42, 27 ago. 2003. Entrevista concedida a Marco Damiani.
A visão do professor FHC. Folha Dirigida, Rio de Janeiro, 15 out. 2003. Suplemento do professor, p. 15. Entrevista concedida a Maria Cristina Siqueira.
Solid Progress for Brazil, but plenty of challenges ahead. Latin American Finance & Capital Markets, Concord, MA, p. 1-8, oct. 31 2003.
Solid progress for Brazil, but plenty of challenges ahead. Latin American Law and Business Report, Concord, MA, p. 3-19, oct. 31 2003.
Entrevista. Aftab Magazine, Irã, dez. 2003.
Para FHC, há mais ‘ barulho’ do que estratégia. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 11 dez. 2003. Nacional/Diplomacia, p. A10. Entrevista concedida a Jamil Chade.
FHC diz que 1º ano de Lula não é ruptura, mas de continuidade. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 13 dez. 2003. Nacional, p. A4. Entrevista concedida a Jamil Chade.
O que está havendo de novo é antigo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 31 dez. 2003. Especial-O Governo Aprendiz, p. X10. Entrevista concedida a Paulo Sotero.

2004
PSDB tem de apresentar uma nova agenda para o Brasil. Pancrom News, São Paulo, ano 12, n. 22, p. 90-93, 2004. Entrevista concedida a Mario Ciccone.
FH pede nova agenda para governo e oposição. O Globo, Rio de Janeiro, 15 fev. 2004. O País, p.10. Entrevista concedida a Helena Celestino.
É bom ter uma vida comum. Época, São Paulo, p. 38-40, 26 abr. 2004. Entrevista concedida a David Friedlander e Leandro Loyola.
Teoria da independência. Cult, São Paulo, ano 7, p. 8-12, maio 2004. Entrevista concedida a Janaina Rocha.
FHC inaugura seu Instituto. Isto é, São Paulo, n. 1807, 44-46, 26 maio 2004. Entrevista concedida a Kátia Melo.
A dívida e sua hora. Primeira Leitura, São Paulo, n. 29, p. 20-34, jul. 2004. Entrevista concedida a Rui Nogueira, Mendonça de Barros e Reinaldo Azevedo.
O real não veio para distribuir renda. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 1º jul. 2004. Economia, B8. Real, dez anos. Entrevista concedida a Suely Caldas, Mariângela Hamu, Sonia Racy e Fernando Dantas.
FHC credita ao real a eleição e ápice de sua carreira política. Folha de S. Paulo, São Paulo, 27 jun. 2004. Dinheiro, p. B8. Dez anos de Real. Entrevista concedida a Fernando Rodrigues.
Se vivo fosse, Vargas mudaria a CLT. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. 9, 22 ago. 2004.
No mundo de Bush, a ordem fica acima da lei. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 31 out. 2004. Aliás, p. j 4-5.
Para FHC, vitória dará presença nacional a Serra. Folha de S. Paulo, São Paulo, 31 out. 2004. Especial, p. 6.
No podemos vender el alma al diablo para combatir al terrorismo. El Mundo, Madrid, p. 36-37, 12 nov. 2004.

2005
Não vale destruir. Correio Braziliense, Brasília, p. 2-3, 20 fev. 2005.
La démocratie est très enracinée. L´Express International, Paris, n. 2803, p. 11, 21 mars 2005.
Ex presidente de Brasil pide no volver a abrir heridas entre Perú y Ecuador. El Comercio, Lima, 13 abr. 2005. Tema del dia, p. a3.
La popularidad de um gobernante no es lo más importante sino que lo respeten. El Comercio, Lima, 13 abr. 2005. Tema del dia, p. a2. Entrevista concedida a Cecília Rosales Ferreyros.
Cardoso plaide pour une governance démocratique mondiale. La Presse, Montreal, 16 abr. 2005. p. A36. Entrevista concedida à Marc Thibodeau.
Lula no logra generar um liderazgo real. Debate, Buenos Aires, ano 3, n. 116,
p. 30-37, jun. 2005. Entrevista concedida a Marcelo Capurro y Luis Tonelli.
Lula deve desistir da reeleição. Exame, São Paulo, ed. 846, ano 39, n. 13, p. 116, 6 jul. 2005. Entrevista concedida à André Lahóz.
Espero que Lula no renuncie, eso sería pésimo para todos. Clarín.com, Buenos Aires, 28 ago. 2005. Entrevista concedida a Eleonora Gosman.
É difícil superar esta crise, ela atingiu o coração do governo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 28 ago. 2005. Nacional, A8 e A9. Entrevista concedida a Mariângela Hamu.
É preciso evitar que a falta de liderança de Lula acabe por matar o símbolo. Público, Lisboa, ano 16, n. 5646, p. 20-21, 9 set. 2005. Entrevista concedida a Teresa de Sousa.
O essencial é entender que na escola se aprende mais um método do que conteúdos. Estes são absorvidos durante toda a vida. Imes Notícias, São Caetano do Sul, ano 15, n. 102, p. 6-7, nov./dez. 2005.
À esquerda do PT. Correio Braziliense, Brasília, 20 nov. 2005. Política/Tema do dia, p. 1-3. Entrevista concedida a Luiz Carlos Azevedo e Denise Rothenburg.

2006
É fantástico. O PT quer manter a sua pureza no lamaçal da corrupção. Isto É, São Paulo, n. 1894, p. 30-31, 8 fev. 2006.
Me considero de esquerda. Veja, São Paulo, ed. 1948, ano 39, n. 11, 22 mar. 2006. Especial/Entrevista, p. 98-106. Entrevista concedida a Mário Sabino.
Bachelet representa la nueva izquierda pero no tiene ninguna influencia. La Tercera, Santiago de Chile, p. 8-9, 28 mayo 2006.
Não vamos repetir os erros de 2002. Exame, São Paulo, ano 40, n. 6, p. 40-41, 29 mar. 2006. Entrevista concedida a André Lahóz e Nelson Blecher em 20 mar. 2006.
El Mercosur está perdiendo su esencia. La Nación, Buenos Aires, 9 ago. 2006. 5p.
País não tem agenda nem rumo, mas Lula teve sorte. Folha de S.Paulo, São Paulo, 24 dez. 2006. Brasil. p. A10-A11. Entrevista concedida a Renata Lo Prete e Fernando de Barros e Silva.

2007
Hugo Chavez não é socialista. Die Presse, Viena, 29 jun. 2007. 1 p.
O patriarca comanda a oposição. Gazeta Mercantil, São Paulo, 17 dez. 2007. Nacional, p. A-6/7. Entrevista concedida a Sandra Nascimento, Marcello D’Angelo e Augusto Nunes.

2008
Na hora de governar, Lula sabe como agradar à elite. O Estado de S. Paulo, 13 jan. 2008. Aliás, J-3/J-5. Entrevista concedida a Laura Greenhalgh e Fred Melo Paiva.
FHC dispara o alarme. Isto É Dinheiro, São Paulo, n. 542, ano 11, p. 23-27, 20 fev. 2008. Entrevista concedida a Leonard Attuch.
Meu governo leva a marca de 1968. Último Segundo, São Paulo, 13 maio 2008. 3 p. Entrevista concedida a Jair Strangler.
FHC critica a mesquinharia e propõe grande debate nacional a Lula. Último Segundo, São Paulo, 18 maio 2008. 13 p. Entrevista concedida a Ricardo Kotscho.
O PSDB nunca vai ser satélite do PT. Valor Econômico, São Paulo, 20-22 jun. 2008.Especial, p. A-16. Entrevista concedida a Cristiane Agostine e Maria Cristina Fernandes.
Melhores quadros vão para o mercado, não para a política. Folha de S. Paulo, São Paulo, 22 jun. 2008. Especial, p. A-16. Entrevista concedida a Roberto Dias.
Se há um conselho, é dele o poder: em entrevista exclusiva sobre o ‘caso Neschling’, FHC garante automonia de gestão perante o governo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 24 jul. 2008. Caderno 2, p. D-7. Entrevista concedida a João Luiz Sampaio.
FH: Brasil vive hoje sensação de que não há controle sobre a polícia e de que vale tudo. [São Paulo, ago. 2008]. 7 p. Transcrição de entrevista concedida à Radio Tucana.
Não aguento mais responder se serei candidato. Folha de S. Paulo, São Paulo, out. 2008. Serafina, p. 20.
Lula tenta enganar mas a crise está aí. Época, São Paulo, n. 545, p. 52- 54, 27 out. 2008
FHC critica a mesquinharia e propõe grande debate nacional a Lula. Último Segundo, São Paulo, 18 maio 2008. 13 p. Entrevista concedida a Ricardo Kotscho.
FHC dispara o alarme. Isto É Dinheiro, São Paulo, n. 542, ano 11, p. 23-27, 20 fev. 2008. Entrevista concedida a Leonard Attuch.
Lula tenta enganar mas a crise está aí. Época, São Paulo, n. 545, p. 52- 54, 27 out. 2008.
Melhores quadros vão para o mercado, não para a política. Folha de S. Paulo, São Paulo, 22 jun. 2008. Especial, p. A-16. Entrevista concedida a Roberto Dias.
Meu governo leva a marca de 1968. Último Segundo, São Paulo, 13 maio 2008. 3 p. Entrevista concedida a Jair Strangler.
Na hora de governar, Lula sabe como agradar à elite. O Estado de S. Paulo, 13 jan. 2008. Aliás, J-3/J-5. Entrevista concedida a Laura Greenhalgh e Fred Melo Paiva.
Não aguento mais responder se serei candidato. Folha de S. Paulo, São Paulo, out. 2008. Serafina, p. 20.
O PSDB nunca vai ser satélite do PT. Valor Econômico, São Paulo, 20-22 jun. 2008.Especial, p. A-16. Entrevista concedida a Cristiane Agostine e Maria Cristina Fernandes.
Se há um conselho, é dele o poder: em entrevista exclusiva sobre o ‘caso Neschling’, FHC garante automonia de gestão perante o governo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 24 jul. 2008. Caderno 2, p. D-7. Entrevista concedida a João Luiz Sampaio.

2009
[Comissão de drogas e crise global]. [S. l.], mar. 2009. 3 p. Entrevista concedida a um jornal que o BID distribuirá aos participantes da Reuniaõ Anual comemorativa de seu 50o. aniversário na cidade de Medellín, Colômbia, de 27 a 31 de março.
Entrevista concedida ao Los Angeles Times em março de 2009. 2 p.
Em Jerusalém, FHC se diz otimista em relação a conflito no Oriente Médio. BBC Brasil, Tel Aviv, 28 ago. 2009. Entrevista concedida a Guila Flint.
FHC na luta pela descriminalização da maconha. Blog do Eliomar, [Fortaleza], 19 set. 2009. 3 p. Entrevista concedida a Eliomar de Lima.
O lado bom da política é ter de inventar o futuro. Público, Lisboa, 9 maio 2009. p. 2-3. Entrevista concedida a Teresa de Sousa e Graça Pinto.
Latinoamérica ya no necesita ayuda de EE UU. El País, Madrid, 16 enero 2009. Internacional, p. 6. Entrevista concedida a Javier Lafuente.
No Real, Ciro serviu para tapar um buraco. O Povo, Fortaleza, 3 ago. 2009. Entrevista concedida a Kamila Fernandes.
O país do futuro já está aqui. Revista Época, São Paulo, p. 69-74, 25 maio 2009. Entrevista concedida a Helio Gurovitz e Paulo Moreira Leite.
15 anos de Plano Real. Folha de São Paulo, São Paulo, jul. 2009. Entrevista concedida a Guilherme Barros.
Os 15 anos do Plano Real, segundo seus protagonistas. Portal Exame, São Paulo, 1 jul. 2009. Entrevista concedida a Giseli Cabrini.
O risco para a Osesp seria maior sem a substituição. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 31 jan. 2009. Caderno 2, p. D12. Entrevista concedida a João Luiz Sampaio.

2010
[Entrevista]. Brazilian Review, São Paulo, p. 20-22, jan./mar. 2010.
Das Militär ist ungeeignet. Der Spiegel, Hamburg, n. 6, p. 102, 8 Feb. 2010. Entrevista concedida a Jens Glüsing.
Brazil election to offer definite contrast. The Miami Herald, Miami, 11 Feb. 2010. 2 p. Entrevista concedida a Andres Oppenheimer.
Reflexões de um presidente acidental. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 4 abr. 2010. Aliás, p. J4-J6. Entrevista concedida a Renato Janine Ribeiro, José de Souza Martins e Renato Lessa.
“Brasil tendrá una influencia creciente en el mundo”. La Vanguardia, Madrid, 11 jun. 2010. Internacional, p. 10. Entrevista concedida a Conchi Lafraya.
“El apoyo de Brasil a Irán en la ONU es arriesgado”. ABC, Madrid, 11 jun. 2010. Internacional, p. 38. Entrevista concedida a Tatiana Gianini.
“Lula da Silva está recogiendo los frutos de mi Gobierno”. La Gaceta, Madrid, 11 jun. 2010. Internacional, p. 36-37. Entrevista concedida a Marta Riesgo.
“En los últimos meses Lula ha actuado más con el corazón que con la cabeza”. El País, Madrid, 15 jun. 2010. Internacional. Entrevista concedida a Fernando Gualdoni.
Pesquisa factual tornava Freyre muito mais que ensaísta, diz FHC. Folha de S. Paulo, São Paulo, 24 jul. 2010. Ilustrada, p. E-8. Entrevista concedida a Fábio Victor.
Em nome da sociologia. Sociologia Ciência & Vida, São Paulo, Ano 2, n. 30, p. 8-15, ago. 2010. Entrevista concedida a Renato Janine Ribeiro.
“No poder, o PT virou social-democrata”. O Globo, Rio de Janeiro, 1º ago. 2010. O País, p. 18. Entrevista concedida a Gilberto Scofield Júnior.
Há vida depois do Planalto. Valor Econômico, São Paulo, 8 out. 2010. Entrevista concedida a Rosângela Bittar.
FHC diz não endossar mais PSDB que não defenda a sua história. Folha de S. Paulo, São Paulo, 2 nov. 2010. Entrevista concedida a Maria Cristina Frias e Vinicius Mota.